Entrada do hostel St. Christopher's InnsJá viajei muito e, portanto, você pode imaginar que já fiquei em tudo quanto é tipo de hospedagem. Tenho uma lista de melhores hostels e este está em primeiro lugar. Em Paris eu encontrei meu verdadeiro amor, o hostel da rede St. Christopher’s Inns (tem em vários países). Fiquei hospedada no da Gare du Nord. É super bem localizado. Não é no centrão Torre Eiffel-Louvre-Sena, é mais próximo da Sacré Coeur, Moulin Rouge, etc. É mais centro-norte.

Vista para Sacré Coeur do hostel

Quando estava programando a viagem, pensei em ficar no centrão mesmo, mas uma amiga que morava lá, a Ana Ferrareze  (se você está indo para lá, clique no nome dela, pois ela morou em Paris e tem esse blog com várias dicas), disse que era melhor eu ficar na Gare du Nord, porque estaria bem localizada, que é uma região legal e etc. Confiei nela e não me arrependi.

Na entrada do hostel tem um bar incrível e famosinho, o Belushi'sQuando chegamos no hostel, nos apaixonamos pelo lugar. A começar pela entrada, que tem um bar incrível e famosinho, o Belushi’s. Chegamos muito cedo e ainda não era hora de fazer check-in, então o staff disse pra gente aproveitar o café-da-manhã na faixa. Lógico que isso conquistou a gente de cara. O café era INCRÍVEL. Pães, queijos, presuntos, nutella, iogurte, vários tipos de cereal, suco, chá, leite, café, mel…Perfeito. E seria aquilo pelos próximos dias. O café está incluso. Lembro de que pagamos bem barato pela diária, algo em torno de 10, 12 euros por noite.

Café-da-manhã incrível do hostelO quarto era muito, muito bom. Limpíssimo, amplo e moderno. Peguei um com 2 beliches. As camas tinham cortina e um painel com entrada USB, luz e tomada. No quarto ainda tinha uma mesa e um janelão que dava para os prédios parisienses.

Quarto do hostelSuper recomendo!

 

 

Talvez você também goste

8 comentários

  • ivantorraca outubro 21, 2013   Responder →

    Gare Du Nord não é um lugar perto de uma mega estação de trem que você pode ir a pé (não tão perto, uns 10, 12 quarteirões) até o Rio Sena e o eixo turístico? Legal seu blog. Eu fui pra lá, fiquei apenas 5 dias e só deu pra ter um gostinho de Paris…

  • Patricia Abril 20, 2014   Responder →

    Oi, desculpa incomodar, mas nunca fiquei em hostel. Esses com banheiro privado é só para o pessoal q está no quarto, né? Naquele site, o hostelbookers, o valor q eles informam é do total das diárias ou por diária?
    Obrigada.

  • Rafaela julho 2, 2014   Responder →

    que horário era o check out? vc sabe?

  • Matos agosto 8, 2014   Responder →

    Parabéns pelo blog e pelo post. Excelente, muito elucidativo! Procurei no site do Hostel, mas não encontrei informações a repeito da composição da suite privativa. Vc sabe dizer se possui estrutura de apart (com microondas, frigobar etc)? E o banheiro, é individual para cada quarto? Gostaria de saber se existe possibilidade de me hospedar num mesmo quarto somente com minha esposa e meu filho, vc tem ideia? O Hostel parece muito bom mesmo!

  • Cy Fevereiro 19, 2015   Responder →

    Olá! Gostaria de saber a sua opinião sobre viajar sozinha para Paris, como primeira viagem sozinha. Ouvi dizer que por ser natural e conhecidamente romântica a cidade, a possibilidade de sensação de solidão é muito maior. Há algum outro destino interessante na França, já que tenho interesse em aprender francês?
    Obrigada! Adorei o blog 🙂

    • Bruna Caricati Março 10, 2015   Responder →

      Oi, Cyntia! Quanto à solidão, não se preocupe. Se você vai para estudar francês, conhecerá muitos estrangeiros na classe. Você pode procurar cursos nas principais universidades da cidade ou então procurar em inglês mesmo. Outra opção é estudar na Bélgica, que é um pouco mais barata que a França. Um beijo e boa sorte!

  • ju santana junho 25, 2015   Responder →

    Adorei o blog! Estou procurando por hostel em Amsterdam e Paris. Você pode me dizer se nesse que você ficou tem quarto para 2 pessoas com banheiro privativo?

Deixe um comentário